9 Maio | Dia da Europa

Publicado .

Hoje, 9 de maio, assinala-se o Dia da Europa. Todos os anos, cerca de 75.000 pessoas são vítimas de crime na União Europeia.

Ao longo da sua história, a APAV tem trabalhado ativamente na promoção dos direitos das vítimas na Europa, destacando-se o trabalho em rede com diversas instituições europeias.

A APAV é membro fundador do Victim Support Europe, a organização que reúne os vários serviços e organizações de apoio à vítima na Europa, tendo assumido a sua presidência em 2015.

A Comissão Europeia reservou em 2009 o número telefónico 116 006 como número de apoio à vítima europeu. Em Portugal este serviço de apoio é gerido pela APAV; a Linha de Apoio à Vítima está disponível nos dias úteis, das 08h às 22h00.

APAV participa em debate na AR sobre impacto da Covid-19 na vida das mulheres

Publicado .

APAV CS debateAR 2021

A APAV participou esta manhã no debate "Impacto da Covid-19 na vida das mulheres – As violências contra as mulheres e a violência doméstica", que decorreu na Assembleia da República.

Cristina Soeiro, vice-presidente da APAV, apresentou a comunicação com alguns do resultados recolhidos até ao momento sobre o Projeto Violência contra as Mulheres e Violência Doméstica (VMVD) em Tempos de Pandemia: caracterização, desafios e oportunidades no apoio à distância (AaD). Este projeto é coordenado pela APAV e conta com a parceria de investigadores/as da Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior (Instituto Universitário Egas Moniz) e da Universidade Fernando Pessoa - Centro Interdisciplinar de Estudos de Género (CIEG).

O debate contou ainda com intervenções de outras organizações, entidades governamentais, academia, forças de segurança e grupos parlamentares.

APAV lança 3.ª edição do Prémio APAV para o Jornalismo

Publicado .

Logo Premio APAV Jornalismo 2021 ECI

A APAV lança hoje a 3.ª edição do Prémio APAV para o Jornalismo, acreditando que a qualidade, a relevância e a importância do jornalismo feito em Portugal deve ser reconhecida.

O Prémio é atribuído anualmente à melhor peça jornalística – nas categorias Imprensa, Rádio, Televisão, Jornalismo Digital ou Ilustração/Cartoon – que, no ano anterior, tenha contribuído para o conhecimento dos temas ou problemas relacionados com o apoio às vítimas de crime em Portugal.

O painel de jurados do Prémio é constituído por Álvaro Laborinho Lúcio (Associado-Fundador e Presidente da Mesa da Assembleia Geral da APAV), Sofia Branco (Presidente do Sindicato dos Jornalistas) e André Sendin (Presidente da Escola Superior de Comunicação Social).

As peças jornalísticas a concurso devem ser submetidas através de formulário que se encontra disponível online até ao dia 30 de junho de 2021.

O Prémio APAV para o Jornalismo tem um valor monetário de 1.500 euros e conta com o apoio do El Corte Inglés.

Para mais informações visite o site apav.pt/premiojornalismo.

APAV lança vídeos informativos no âmbito do Projeto CARE

Publicado .

No âmbito do Projeto CARE, e assinalando o encerramento do Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, a APAV apresenta o primeiro de um conjunto de vídeos informativos sobre violência sexual contra crianças e jovens. Estes vídeos destinam-se a capacitar todas as pessoas sobre estes crimes e a informá-las sobre como pedir ajuda.

A Rede CARE - rede de apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual nasce do Projeto CARE, que arrancou em 2016 e conta com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian desde o seu início. Como acontece com outras redes especializadas da APAV, a Rede CARE parte do modelo de apoio da APAV para o desenvolvimento de procedimentos próprios, específicos e adequados a esta tipologia de crime.

Além do apoio direto às vítimas de crime e violência, esta rede de apoio especializado tem desenvolvido um trabalho contínuo de formação e sensibilização, tendo, especificamente nesta última, abrangido quase 18.000 participantes.

Estatísticas APAV | Rede CARE 2016-2020

Publicado .

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta as Estatísticas APAV | Rede CARE 2016-2020, um relatório onde podem ser consultados os dados relativos ao trabalho da APAV no apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual.

O apoio especializado a este tipo de vítimas surgiu em 2016 com o arranque do Projeto CARE e ao longo de cinco anos de resposta especializada nota-se um crescimento contínuo do número de pedidos de apoio.

Entre 2016 e 2020 foram apoiados/as 1.599 crianças e jovens, 173 familiares e amigos/as e realizaram-se 21.938 atendimentos. Estes números representam uma média mensal de 27 novos processos e 365 atendimentos.

No que à denúncia dos atos violentos diz respeito, 76,4% das situações reportadas foram denunciadas às Autoridades Policiais e/ou aos Tribunais, sendo que em 13,3% das vezes essa denúncia partiu da APAV.

De notar que a Rede CARE apoiou crianças e jovens vítimas de violência sexual residentes em 197 dos 308 concelhos de Portugal – o equivalente a 64% dos concelhos –, o que significa um aumento da abrangência do apoio face aos anos anteriores.

Além do apoio direto às vítimas de crime e violência, esta rede de apoio especializado tem desenvolvido um trabalho contínuo de formação e sensibilização, tendo, especificamente nesta última, abrangido quase 18.000 participantes.

A Rede CARE nasce do Projeto CARE – rede de apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual, que arrancou em 2016 e conta com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian desde o seu início. Como acontece com outras redes especializadas da APAV, a Rede CARE parte do modelo de apoio da APAV para o desenvolvimento de procedimentos próprios, específicos e adequados a esta tipologia de crime.

Estatísticas: Apoio a crianças e jovens vítimas de violência sexual 2016-2020