banner irs2020 top

Estatísticas APAV: Vítimas de Violência Doméstica 2013-2018

Publicado .

Assinalando o dia 25 de novembro, Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta as Estatísticas APAV: Vítimas de Violência Doméstica 2013-2018.

Neste período, a APAV registou um total de 43.456 processos de apoio a pessoas vítimas de violência doméstica. Estes valores traduziram-se num total de 104.729 factos criminosos.

A residência comum continua a ser o local de maior ocorrência dos crimes (em cerca de 64 % das situações). As queixas/denúncias registadas ficam nos 41,2 % face ao total de autores/as de crime assinalados/as.

As vítimas continuam a ser maioritariamente do sexo feminino - cerca de 86 %. Esta é a mesma percentagem de autores do crime/agressores do sexo masculino. As vítimas são sobretudo mulheres casadas (33,7 %) e pertencem a um tipo de família nuclear com filhos/as (41,2%).

O fenómeno da violência doméstica contra as mulheres abrange vítimas de todas as condições e estratos sociais e económicos. A violência - física, psicológica, sexual, financeira – não pode ser tolerada.

Se é vítima de violência, contacte a nossa Linha de Apoio à Vítima - 116 006 (chamada gratuita, dias úteis, 9h-21h). Estamos disponíveis para apoiar através do Messenger (facebook.com/APAV.Portugal), do Instagram e por videochamada (Skype: apav_lav).

Estatísticas APAV: Vítimas de Violência Doméstica 2013-2018