Login

APAV participa "À Conversa sobre Violência(s) contra a Mulher"

Publicado .

À Conversa deputada Cristina Rodrigues

A APAV estará "À Conversa" sobre "Violência(s) contra a Mulher" no dia 29 de março, pelas 19h.

O tema será debatido por Daniel Cotrim, responsável pelas áreas da violência doméstica e violência de género da APAV, Alexandra Silva, da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, Ilda Afonso, da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta e Rita Mota Sousa, da Associação Portuguesa de Mulheres Juristas. A moderar estará a Deputada à Assembleia da República, Cristina Rodrigues.

O evento terá transmissão em direto na página de Facebook da deputada Cristina Rodrigues. Para mais informações consulte a página do evento aqui.

3ª Newsletter | Violência contra as Mulheres e Violência Doméstica (VMVD) em Tempos de Pandemia

Publicado .

Foi lançada a terceira newsletter sobre o projeto Violência contra as Mulheres e Violência Doméstica (VMVD) em Tempos de Pandemia: caracterização, desafios e oportunidades no apoio à distância (AaD). Trata-se do primeiro projeto de investigação científica desenvolvido pela APAV, é financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (Linha Gender Research 4 COVID-19) e conta com a parceria da Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior (LABPsi) e da Universidade Fernando Pessoa (UFP). Consulte aqui a newsletter.

Memorando de combate ao racismo e à violência contra as mulheres em Portugal.

Publicado .

memo Portugal 2021 870x489

Foi publicado pela Comissária do Conselho da Europa para os Direitos Humanos, Dunja Mijatović, no dia 24 de Março, um memorando que apela à implementação de medidas mais eficazes de combate ao racismo e à violência contra as mulheres em Portugal. Este memorando resulta de um processo de consulta de várias organizações da sociedade civil, de entre as quais à APAV, e de entidades governamentais que decorreu no final de 2020.

A Comissária incentiva as autoridades portuguesas a continuar os seus esforços para melhorar o quadro jurídico e institucional consagrado à luta contra a discriminação, garantindo que a legislação civil, administrativa e penal seja plenamente consentânea com as normas internacionais.
Neste memorando a comissária convida também as autoridades portuguesas a tomar medidas adicionais para fazer evoluir as mentalidades e sensibilizar melhor a sociedade para o facto de a violência contra as mulheres, nomeadamente a violência doméstica, constituir uma violação grave dos direitos humanos e, por conseguinte, um crime cujos autores devem ser responsabilizados.

O memorando pode ser consultado aqui.

1ª edição do evento Pessoas Voluntárias à Conversa

Publicado .

No dia 23 de março, a APAV realizou, via zoom, a 1ª edição do evento Pessoas Voluntárias à Conversa.

Esta iniciativa, tem como finalidade promover a proximidade entre as pessoas voluntárias da APAV, através de momentos de aprendizagem e partilha.

A primeira parte contou com a presença de Miguel Gonçalves, atleta federado de futebol, coordenador da Academia Sport Club Rio Tinto e Personal Trainer, que abordou a importância da atividade física na manutenção da nossa saúde e bem-estar e desafiou-nos a repensar o nosso dia-a-dia, para nos tornamos mais ativos.

Na segunda parte, as pessoas voluntárias provenientes de diferentes serviços da APAV, puderam conhecer-se e conversar acerca dos principais desafios encontrados na fase de pandemia e sobre estratégias para os conseguirem ultrapassar ou fazerem uma gestão mais adequada destes.

1ª edição do evento Pessoas Voluntárias à Conversa

Infovítimas Inclusivo: informação sobre direitos, processos-crime e sistema judicial

Publicado .

Já está disponível o site Infovítimas Inclusivo, o primeiro website em Portugal que disponibiliza, a pessoas com deficiência visual e auditiva, informação sobre direitos, processos-crime e seus intervenientes e funcionamento do sistema judicial.

A proteção das pessoas com deficiência visual e auditiva, vítimas de crime, a redução dos efeitos negativos e das consequências da experiência de vitimação, e a contribuição para que as pessoas com deficiência visual e auditiva tenham na sua posse o conhecimento e as ferramentas necessárias para agir em caso de violência ou crime são fundamentais para a promoção da sua autonomia e capacitação.

Com isto em consideração, a APAV, em conjunto com parceiros, desenvolveu o Projeto Infovítimas Inclusivo, criando materiais informativos, em suporte digital, adaptados às necessidades de pessoas com deficiência visual e auditiva, dotando-os de conhecimentos necessários para agirem em caso de crime ou violência.

O Projeto Infovítimas Inclusivo vem, assim, colmatar a inexistência, sob qualquer formato ou em qualquer organismo, de informação adaptada a este grupo de pessoas, o que as coloca numa posição de maior fragilidade e expostas a uma experiência de vitimação ainda mais negativa. Estima-se que o Infovítimas Inclusivo chegue a cerca de 8 500 beneficiários, de todas as faixas etárias.

A APAV teve como parceiros a Casa Pia de Lisboa, consultores e a agência Último Take. O Projeto Infovítimas Inclusivo foi vencedor dos Prémios Caixa Social 2019, promovidos pela Caixa Geral de Depósitos.

infovitimas.pt/inclusivo

Switch to Desktop Version