Prémio APAV para a Investigação 2020

Publicado .

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima promoveu a cerimónia de atribuição do Prémio APAV para a Investigação 2020, no dia 10 de dezembro, no auditório Atmosfera M, no Porto.

A vencedora da sexta edição do Prémio APAV para a Investigação foi Ana Sofia Ferreira, com o trabalho “Análise linguística forense das Fichas de Avaliação de Risco em situações de violência doméstica”, que resulta da dissertação realizada no âmbito do Mestrado em Linguística, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Foram ainda atribuídas duas Menções Honrosas:

 - Letícia Pereira de Souza e Celso Graeser Jr., pelo trabalho “Estudo de viabilização e planejamento da produção do videojogo Maia: Unhappily Ever After”. Este jogo, sobre a temática da violência doméstica, foi desenvolvido no âmbito de um projeto académico realizado no Instituto Politécnico de Leiria.

- Tié Martins Lenzi, pelo trabalho “Direitos fundamentais das mulheres - Das previsões legais à sua aplicação efetiva” resultado da sua tese de Mestrado em Direito, na vertente de Ciências jurídico-políticas, apresentada à Faculdade de Direito da Universidade do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Direito.

O Prémio APAV para a Investigação é uma iniciativa que se destina a premiar trabalhos de investigação sobre temas ou problemas relacionados com a missão da Associação: apoiar as vítimas de crime, seus familiares e amigos. Pelo sexto ano consecutivo é promovido pela APAV com o apoio da Fundação Montepio.

Miscellanea APAV #12

Publicado .

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta o número 12 da Revista Miscellanea APAV, uma revista promovida pela APAV que tem por finalidade divulgar artigos científicos e de reflexão sobre temas relacionados com vítimas de crime ou com apoio à vítima.

Esta décima segunda edição reúne quatro artigos: Violência doméstica e serviços de apoio à vítima: desafios da pandemia COVID-19 e medidas implementadas, de Cátia Pontedeira; As vítimas de violência sexual em contexto de conflito armado, de Filipa Ribeiro Pereira; Homens e rapazes vítimas de violência sexual, de Ângelo Fernandes: e as As vítimas de violência filioparental em Espanha, de Ana L. Cuervo García. Esta edição da Revista Miscellanea APAV é ilustrada com fotografias de Deolinda Santos.

Miscellanea APAV #12:
PDF | E-Book

Folhas Informativas | Violência Sexual contra Pessoas Adultas

Publicado .

Ao longo deste ano renovamos a Coleção de Folhas Informativas / Fact Sheets APAV sobre os principais temas do apoio à vítima: tipos de crime e formas de violência; prevenção do crime e da violência; entre outras.

Hoje apresentamos mais uma folha informativa atualizada: Violência Sexual contra Pessoas Adultas.

As folhas estão disponíveis para consulta online: bit.ly/3jvmZkw

Mantenha-se informado com a APAV.

Histórias APAV na primeira pessoa | Pilar Pereira

Publicado .

No âmbito da celebração dos 30 Anos APAV, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta o último vídeo das Histórias APAV na primeira pessoa.

Trata-se de um conjunto de vídeos onde técnicos/as e voluntários/as, actuais e antigos/as colaboradores/as, fazem relatos na primeira pessoa onde partilham histórias de sucesso e percursos pessoais.

Esta semana apresentamos o testemunho da Pilar Pereira, voluntária do Centro de Documentação e Informação da APAV.

Campanha 30 anos APAV | Ana Garcia

Publicado .

Cartaz AGRC 30x40cm HQ

Ana Garcia, Voluntária no Gabinete de Apoio à Vítima do Porto, é a mais antiga Voluntária da APAV em actividade. Ana Garcia explica porque apoia a APAV e se associa a esta campanha: “Tenho uma já longa ligação à APAV, daí juntar-me a esta campanha. Comecei a dar valor às vítimas, concretamente às vítimas de crime e às mais vulneráveis, que necessitavam de uma atenção especial. Na APAV promove-se, entre outras coisas, a defesa e direitos das vítimas de crime e o seu apoio, no sentido de lhes proporcionar a ajuda possível para a resolução dos seus problemas. Parabéns à APAV pelos 30 anos!”

Ana Garcia é a vigésima nona personalidade a associar-se à campanha APAV, 30 Anos Pelos Direitos das Vítimas.