18 Novembro | Dia Europeu da Proteção de Crianças contra a Exploração e o Abuso Sexual

Publicado .

CARROSSEL CARE 1 01

A 18 de novembro assinala-se o Dia Europeu da Proteção de Crianças contra a Exploração e o Abuso Sexual. Este dia foi instituído em 2015 pelo Comité de Ministros do Conselho da Europa, visando aumentar a consciência pública para a necessidade de prevenir e proteger as vítimas destes crimes, bem como facilitar a discussão aberta sobre a proteção de crianças e ajudar a prevenir e eliminar a estigmatização das vítimas.

O tema proposto pelo Conselho da Europa para este ano de 2021 é “Tornar o círculo de confiança verdadeiramente seguro para as crianças”. Com efeito, a grande maioria das situações de violência sexual contra crianças e jovens é praticada por pessoas que, em diferentes momentos e por força de diferentes contextos, foram ou são parte do círculo de confiança das vítimas. Assim, é fundamental que as crianças e jovens vítimas de violência sexual possam beneficiar de um apoio especializado logo após a situação de vitimação, que permita a sua recuperação e a participação ativa e informada num eventual procedimento criminal.

Ainda que não tenham sido e não venham a ser alvo de uma situação de violência sexual, é fundamental que, cada vez mais, de uma forma proativa e estruturada, crianças e jovens, mas também pessoas adultas, possam beneficiar de programas de prevenção, que lhes permitirá identificar/antecipar situações, mas também agir perante uma eventual situação de violência sexual.

O Projeto CARE, de apoio a crianças e jovens vítimas de violência sexual, da APAV, tem vindo, desde 2016, a desenvolver uma resposta de apoio única, gratuita, especializada e de âmbito nacional. Até 2020, esta equipa já tinha feito a diferença na vida de 1.599 crianças e jovens e 173 familiares e amigos/as. Também no domínio da prevenção foram, até ao final do ano de 2020, realizados mais de 70 de cursos de formação, onde se capacitaram mais de 900 profissionais, e mais de 800 eventos de sensibilização, que abrangeram perto de 18.000 pessoas.

Presentemente, o Projeto CARE encontra-se a desenvolver e a implementar um Programa de Prevenção estruturado que abrange crianças e jovens desde o ensino pré-escolar até ao ensino secundário/profissional, que visa o desenvolvimento de competências nesta matéria. De forma paralela, vem implementando múltiplas Oficinas de Trabalho destinadas a profissionais que intervêm com crianças e jovens, independentemente do contexto e funções exercidas, propondo-se, assim, abranger o maior número de pessoas possível, independentemente da sua área de atuação e/ou profissão.

Mais recentemente o Projeto CARE tem vindo a divulgar um vídeo de cerca de 1 a 2 minutos por mês, entre Abril e Dezembro de 2021, onde são abordados fenómeno, contextos, consequências e formas de pedir ajuda para situações de violência sexual. Este conteúdo está a ser desenvolvido pela APAV em conjunto com a Streamkey e contou com o apoio do Agrupamento de Escuteiros de Cacilhas e do Centro Paroquial de Cacilhas.

O Projeto CARE é financiado pela iniciativa Portugal Inovação Social com investimento social da Fundação Calouste Gulbenkian, nas regiões do Norte, Centro, Lisboa e Alentejo, e integralmente financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian nas regiões do Algarve, Açores e Madeira.

Se suspeita de uma situação de exploração ou abuso sexual, não hesite e peça ajuda. O abuso sexual de crianças e jovens não tem de ser um segredo.
Fale com a APAV através do 116 006 (número gratuito).

Mais informações:
apav.pt/care

Acolhimento institucional vai ser debatido em tertúlia promovida pela Cáritas Coimbra

Publicado .

A Comunidade de Inserção Renascer, o Lar de Jovens de Santa Maria de Semide e o Centro de Acolhimento Temporário Nossa Senhora dos Milagres, enquanto respostas sociais da Cáritas Diocesana de Coimbra, estão a organizar o 3.º evento do ciclo de Tertúlias Time-Out. Sob o tema “Acolhimento Institucional: como (sobre)viver e intervir em época de pandemia”, a sessão online irá decorrer no dia 19 de novembro de 2021, com início às 14h30.

O webinar será moderado pela Dra. Sofia Borges (Técnica Superior de Serviço Social – Chefe do Gabinete da Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade) e dinamizado pelos oradores convidados: Dra. Rosário Farmhouse (Antropóloga, Presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens), Dr. Carlos Braz Saraiva (Médico Psiquiatra) e em representação da APAV, Daniel Cotrim (Psicólogo, Assessor Técnico da Direção da APAV e Supervisor Técnico da rede nacional de casas abrigo para mulheres e crianças vítimas de violência da APAV). A sessão de abertura ficará ao cargo do Presidente da Cáritas de Coimbra, Professor Doutor Manuel Antunes.

Os interessados em participar poderão fazer a sua inscrição gratuita através deste formulário. No final da sessão serão enviados certificados de participação aos inscritos.

APAV acolheu VSE International Staff Exchange

Publicado .

 

Na semana de 8 a 12 de novembro decorreu em Lisboa uma visita dinamizada pelo Victim Support Europe e organizada pela APAV. Da Estónia, recebemos a visita de quatro representantes do Estonian Social Insurance Board; e da Croácia, uma representante do Victim and Witness Support Service e outra do Service for Victim and Witness Support do Ministério da Justiça e Administração Pública. 

Durante estes dias, falámos de comunicação e trocámos ideias sobre como divulgar informação relevante para as vítimas. Houve ainda oportunidade para conhecer o trabalho desenvolvido na Casa de Abrigo Alcipe, assim como visitar as instalações do Serviço Integrado de Apoio à Distância, da Formação APAV e da APAV Logística. Discutiu-se campanhas de sensibilização, angariação de fundos e ainda como gerir a relação com os media; a cerimónia de entrega do Prémio APAV para o Jornalismo 2021 também fez parte da agenda.

Estes momentos de intercâmbio são fundamentais para a troca de experiências e ideias acerca de como os diferentes países estão a responder a desafios que, na maioria das vezes, temos em comum. É com esta troca de informação que podemos evoluir e aprender novas abordagens que podem sempre vir a ser úteis.

Seminário-Debate | 25 Anos da APAV em Vila Real ao serviço da comunidade

Publicado .

No dia 11 de novembro, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima promoveu um Seminário-Debate no Auditório do Teatro Municipal de Vila Real. O Seminário foi promovido no âmbito da comemoração dos 25 Anos da APAV em Vila Real. 

Na sessão de abertura da cerimónia estiveram presentes: Hermínia Néri de Oliveira, Juiz Presidente da Comarca de Vila Real; Mara Minhava, Vereadora, em representação da Câmara Municipal de Vila Real; e Elisa Brites, gestora do Gabinete de Apoio à Vítima de Vila Real. 

O Seminário-Debate contou com a participação de: Carla Ferreira (gestora técnica da rede CARE da APAV – apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual) que abordou a temática “Compreender a Violência Sexual contra crianças e jovens”; António Trogano (Coordenador de Investigação Criminal e responsável pelo Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária de Vila Real) que se debruçou sobre temática “A Polícia Judiciária e a Criminalidade Informática”; Dulce Maia (Diretora do Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro - CHTMAL) que falou sobre o “Impacto da violência na saúde mental”; e Ricardo Barroso (Professor auxiliar da UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), apresentando o tema “Intervenção com Vítimas: O que nos dizem as investigações”. Participaram ainda Paula Cristina Rodrigues Martins Peixoto (Procuradora da República) e Maria Cristina Quintas Antunes (Professora Coordenadora Escola Superior de Saúde UTAD), na qualidade de moderadoras.

Programa

Sara de Melo Rocha vence Prémio APAV para o Jornalismo 2021

Publicado .

A jornalista Sara de Melo Rocha, da TSF, é a vencedora da terceira edição do Prémio APAV para o Jornalismo, com a reportagem As cartas que nunca escrevi. Os silêncios das sobreviventes da violência doméstica.

O júri destacou que este trabalho “apresenta uma estética que chega a remeter para algo quase ficcional, embora não seja, dando espaço à força da voz e da palavra das próprias intervenientes. Marca pela diferença na sua apresentação e na forma como oferece ao ouvinte uma narrativa em várias vozes. É ainda de salientar o facto de que este trabalho foi desenvolvido fora de um grande centro urbano, demonstrando a importância do jornalismo local e provando que em qualquer lugar há uma história para se contar.”

A cerimónia de entrega do Prémio APAV para o Jornalismo 2021 teve lugar na sala de Âmbito Cultural do El Corte Inglés, em Lisboa, no dia 8 de novembro, e contou com a presença da vencedora do prémio, Sara de Melo Rocha, do presidente da APAV, João Lázaro, da Diretora de Comunicação do El Corte Inglés, Susana Santos, e ainda do Associado-Fundador e Presidente da Mesa da Assembleia Geral da APAV Álvaro Laborinho Lúcio, que participou remotamente neste evento.

O Prémio APAV para o Jornalismo tem um valor monetário de 1.500 euros, patrocinado pelo El Corte Inglés, sendo ainda atribuído um troféu da autoria do designer Gonçalo Falcão.

O trabalho vencedor pode ser consultado aqui.