Exposição: 30 Anos pelos Direitos das Vítimas” | Ponte de Sor

Publicado .

APAV Cartaz Expo Facebook Website copy

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima inaugurou ontem a exposição “APAV, 30 Anos pelos Direitos das Vítimas”, no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor. 

A exposição assinala os 30 anos de existência da APAV, reunindo 15 campanhas de sensibilização que revelam o apoio alargado da APAV a diversos tipos de crimes. As campanhas de comunicação da APAV são uma vertente muito importante no trabalho desenvolvido, por serem uma forma de sensibilizar e alertar a população para questões que continuam a precisar de soluções.

A sensibilização da população faz parte da atuação do Gabinete de Apoio à Vítima do Alto Alentejo e Oeste, em funcionamento em Ponte de Sor há cerca de três anos. A par está a prestação de serviços – gratuitos, confidenciais e qualificados – de apoio emocional, jurídico, psicológico e prático aos cidadãos vítimas de crime e de violência.

O âmbito de atuação do Gabinete de Apoio à Vítima do Alto Alentejo e Oeste inclui oito municípios: Ponte de Sor, Alter do Chão, Avis, Crato, Fronteira, Gavião, Nisa e Sousel. 

A inauguração da exposição promovida pela APAV contou com a presença da gestora técnica, Rita Martinho, e restante equipa do Gabinete de Apoio à Vítima do Alto Alentejo e Oeste, bem como de representantes de entidades parceiras.

A exposição “30 Anos pelos Direitos das Vítimas” poderá ser visitada até ao próximo dia 10 de setembro.

Utilizadores/as da Revolut já podem fazer doações à APAV através da app

Publicado .

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima junta-se ao conjunto de associações portuguesas incluídas na plataforma de Donativos da app Revolut.

Utilizadores e utilizadoras da plataforma financeira Revolut poderão fazer as suas doações através do recurso Donativos, na aplicação (separador Perfil > Widgtes > Donativos), que permite, de forma simples e intuitiva, enviar dinheiro para apoiar a APAV, escolhendo um de três mecanismos: donativo único, donativo recorrente, ou ainda “arredondar os trocos”, isto é, os pagamentos que efetuarem são “arredondados” e o “troco” é doado.

Cem por cento do valor doado pelos clientes vai para as organizações abrangidas pela Revolut. Não é cobrada qualquer taxa, não há valor mínimo de doação e o recurso pode ser ativado e desativado pelos clientes a qualquer momento.

Lançamento do livro "Virar Travesti" de Nélson Alves Ramalho | 13 Setembro

Publicado .

A editora Tinta da China vai publicar o livro "Virar Travesti - Trajetórias de vida, prostituição e vulnerabilidade social", da autoria de Nélson Alves Ramalho. O ensaio foi distinguido com o Prémio APAV Para a Investigação em dezembro de 2019. A apresentação terá lugar na Feira do Livro de Lisboa, no dia 13 de Setembro, às 17h00, numa sessão com a participação de João Lázaro, presidente da APAV.

As travestis trabalhadoras do sexo são representadas no imaginário social como «aberrações»: pessoas «doentes», com personalidade instável, sexualmente «promíscuas», «violentas», que frequentemente se encontram envolvidas em roubos e drogas. São, no fundo, pessoas a evitar. A difusão reiterada destes discursos, produzidos na sua maioria a partir de um contacto superficial com a realidade das travestis, tem tido um efeito profundamente estigmatizador, incitando o ódio, promovendo um clima de violência socialmente aceite, empurrando‑as para territórios periféricos, marginais e ligados ao submundo. Tentando contrariar esta tendência, ao longo de cinco anos, Nélson Alves Ramalho mergulhou no mundo da prostituição travesti para compreender as suas trajectórias pessoais, a sua identidade, os seus modos de vida e os processos de exclusão social a que diariamente estão sujeitas.

Mais informações:
tintadachina.pt

Procuramos Colaborador/a na área jurídica: Unidade de Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação de Lisboa

Publicado .

recrutamento jurista

Procuramos Colaborador/a na área jurídica: Unidade de Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação de Lisboa

Função:

Exercer atividade de natureza jurídica, designadamente nas áreas do direito penal e processual penal e direito da família, nomeadamente no âmbito do apoio a vítimas de nacionalidade não portuguesa e vítimas de crimes e formas de violência específicos.

Responsabilidades

- Prestar apoio direto a vítimas de crime de nacionalidade não portuguesa e vítimas de crimes específicos (de ódio, tráfico de pessoas e discriminação);

- Desenvolver outras actividades de natureza jurídica, designadamente: estudo e análise de casos e problemas concretos, elaboração de pareceres e outros documentos, produção de conteúdos técnicos;

- Coadjuvar o estabelecimento e manutenção de relações de parceria interinstitucional.

Requisitos Mínimos e Competências

- Concordância com os valores e princípios da APAV;

- Formação académica de nível superior na área do Direito;

- Excelentes competências de escrita;

- Boa dicção e fluência verbal;

- Fluência em inglês escrito e oral;

- Facilidade de relacionamento interpessoal, proactividade e iniciativa;

- Vocação, disponibilidade e vontade pessoal para a solidariedade social;

- Capacidade de trabalho em equipa;

- Conhecimentos informáticos na ótica do utilizador.

Processo de Candidatura

- Enviar e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. até ao dia 7 de Setembro de 2020 com:

- Uma carta de motivação (1 página, no máximo);

- Um CV detalhado que descreva a experiência académica e profissional.

 

A APAV é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que se rege pelos princípios da igualdade e diversidade e onde as pessoas são selecionadas com base nas suas competências e mérito.

Victim Support Europe elege novos membros para os próximos três anos

Publicado .

assembleia VSE 2020

Decorreu na semana passada a Assembleia Geral Anual do Victim Support Europe (VSE) de 2020, que reuniu o conselho, equipa e membros do VSE para discussão dos desenvolvimentos do ano, apresentação da visão geral do trabalho que foi concretizado e delineamento dos planos da organização para o ano de 2021. Além dos vários tópicos abordados na reunião que aconteceu no dia 27 de agosto, foram eleitos novos membros do VSE para os próximos três anos.