Papillon lança campanha de sensibilização e apoio à APAV

Publicado .

Papillon Afonso Vilela

A APAV associa-se à Papillon - London Cosmetics for Men, marca de cosmética masculina, na campanha Be Gentle - Diz Não à Violência Doméstica, que decorre a partir de hoje e até 15 de setembro.

A campanha, que também conta com o apoio das Farmácias Portuguesas, decorre nas farmácias aderentes através da aquisição das pulseiras Be Gentle, pelo preço unitário de um euro.

O valor angariado reverterá totalmente a favor da APAV no apoio às vítimas de violência doméstica.

A campanha Be Gentle conta ainda com o apoio de diversas personalidades, tais como Afonso Vilela (na imagem), Ricardo Pereira, Joana Amaral Dias, Nilton, Pedro Fernandes, entre outras.

APAV e CNPDPCJ assinam protocolo de cooperação

Publicado .

APAV CNCDPCJ 7 APAV CNCDPCJ 5

A APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e a CNPDPCJ (Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens) assinaram, na tarde do dia 10 de julho, um protocolo de cooperação. A assinatura decorreu na Sede da APAV, em Lisboa.

A assinatura deste protocolo vem enquadrar a cooperação institucional já mantida entre a APAV e a CNPDPCJ no âmbito dos direitos, proteção e apoio às vítimas de crime, especialmente crianças e jovens.

Precedendo a assinatura, Rosário Farmhouse, Presidente da CNPDPCJ, reforçou a importância da continuidade da concertação entre a APAV e CNPDPCJ no que concerne à proteção e apoio concretos a crianças e jovens.

João Lázaro, Presidente da APAV, lembrou o trabalho continuado que a APAV tem desenvolvido junto de crianças e jovens vítimas de crime, contando para isso com o apoio de entidades parceiras como a Polícia Judiciária e a Fundação Calouste Gulbenkian, entre outras.

Pretendeu-se, com a assinatura deste protocolo, reforçar a reciprocidade da colaboração e da complementaridade da intervenção da APAV e da CNPDPCJ.

Nova campanha de sensibilização: “As marcas de violência na infância nunca passam”

Publicado .


(Clique nas imagens para aumentar.)

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima acaba de apresentar uma nova campanha de sensibilização pública que pretende alertar para a realidade da violência sobre crianças e jovens. A campanha foi desenvolvida criativamente, de forma mecenática, pela agência Fullsix e parte do mote: “As marcas de violência na infância nunca passam”.

Em paralelo com o lançamento da campanha foram também apresentados os novos recursos de conhecimento da Rede CARE: o novo microsite CARE e a segunda edição do Manual CARE. O novo microsite CARE já está acessível no endereço apav.pt/care. A nova campanha e os novos materiais foram desenvolvidos com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. 

A APAV está disponível para apoiar: através da Linha de Apoio à Vítima 116 006 (chamada gratuita, dias úteis, 9h-21h), Messenger (Facebook), vídeochamada (Skype: apav_lav) e através de uma rede nacional de 20 Gabinetes de Apoio à Vítima.

"Still Not Asking For It": Arca Tattoo Parlour entrega donativo da ação

Publicado .

No dia 9 de Junho realizou-se o evento Still Not Asking For It, uma ação de "flash tattoo" (tatuagens rápidas) com o objectivo de angariar fundos para apoiar vítimas de violência sexual. Em Portugal esta ação foi promovida pelo estúdio Arca Tattoo Parlour (Calçada do Marquês de Abrantes 118, Lisboa).

A iniciativa Still Not Asking For It foi fundada por Ashley Love e Jessica Pilar em 2015. Em 2019 mais de 55 lojas de tatuagens de todo o mundo  organizaram eventos associados, cujos lucros reverteram para organizações locais e nacionais que se dedicam à prevenção e apoio a vítimas de violência sexual.

A ação promovida em Portugal pelo Arca Tattoo Parlour resultou num valor angariado total de 2.520€, que foi entregue à APAV no dia 10 de Julho. A Arca Tattoo Parlour, representada pelos tatuadores Igor Gama e Bela Hilário, entregou o donativo a Tânia Antunes (Unidade de Fundraising da APAV).

APAV na Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa

Publicado .

A APAV participou, no dia 29 de junho, na 20.ª Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa, a maior do país. A Marcha contou este ano com cerca de 50 mil pessoas, atingindo a maior participação de sempre. Em 2019 assinalam-se os 20 anos da Marcha em Lisboa e os 50 anos da revolta de Stonewall, um marco na luta pelos direitos LGBTI+.