APAV lança 3.ª edição do Prémio APAV para o Jornalismo

Publicado .

Logo Premio APAV Jornalismo 2021 ECI

A APAV lança hoje a 3.ª edição do Prémio APAV para o Jornalismo, acreditando que a qualidade, a relevância e a importância do jornalismo feito em Portugal deve ser reconhecida.

O Prémio é atribuído anualmente à melhor peça jornalística – nas categorias Imprensa, Rádio, Televisão, Jornalismo Digital ou Ilustração/Cartoon – que, no ano anterior, tenha contribuído para o conhecimento dos temas ou problemas relacionados com o apoio às vítimas de crime em Portugal.

O painel de jurados do Prémio é constituído por Álvaro Laborinho Lúcio (Associado-Fundador e Presidente da Mesa da Assembleia Geral da APAV), Sofia Branco (Presidente do Sindicato dos Jornalistas) e André Sendin (Presidente da Escola Superior de Comunicação Social).

As peças jornalísticas a concurso devem ser submetidas através de formulário que se encontra disponível online até ao dia 30 de junho de 2021.

O Prémio APAV para o Jornalismo tem um valor monetário de 1.500 euros e conta com o apoio do El Corte Inglés.

Para mais informações visite o site apav.pt/premiojornalismo.

APAV lança vídeos informativos no âmbito do Projeto CARE

Publicado .

No âmbito do Projeto CARE, e assinalando o encerramento do Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, a APAV apresenta o primeiro de um conjunto de vídeos informativos sobre violência sexual contra crianças e jovens. Estes vídeos destinam-se a capacitar todas as pessoas sobre estes crimes e a informá-las sobre como pedir ajuda.

A Rede CARE - rede de apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual nasce do Projeto CARE, que arrancou em 2016 e conta com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian desde o seu início. Como acontece com outras redes especializadas da APAV, a Rede CARE parte do modelo de apoio da APAV para o desenvolvimento de procedimentos próprios, específicos e adequados a esta tipologia de crime.

Além do apoio direto às vítimas de crime e violência, esta rede de apoio especializado tem desenvolvido um trabalho contínuo de formação e sensibilização, tendo, especificamente nesta última, abrangido quase 18.000 participantes.

Estatísticas APAV | Rede CARE 2016-2020

Publicado .

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta as Estatísticas APAV | Rede CARE 2016-2020, um relatório onde podem ser consultados os dados relativos ao trabalho da APAV no apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual.

O apoio especializado a este tipo de vítimas surgiu em 2016 com o arranque do Projeto CARE e ao longo de cinco anos de resposta especializada nota-se um crescimento contínuo do número de pedidos de apoio.

Entre 2016 e 2020 foram apoiados/as 1.599 crianças e jovens, 173 familiares e amigos/as e realizaram-se 21.938 atendimentos. Estes números representam uma média mensal de 27 novos processos e 365 atendimentos.

No que à denúncia dos atos violentos diz respeito, 76,4% das situações reportadas foram denunciadas às Autoridades Policiais e/ou aos Tribunais, sendo que em 13,3% das vezes essa denúncia partiu da APAV.

De notar que a Rede CARE apoiou crianças e jovens vítimas de violência sexual residentes em 197 dos 308 concelhos de Portugal – o equivalente a 64% dos concelhos –, o que significa um aumento da abrangência do apoio face aos anos anteriores.

Além do apoio direto às vítimas de crime e violência, esta rede de apoio especializado tem desenvolvido um trabalho contínuo de formação e sensibilização, tendo, especificamente nesta última, abrangido quase 18.000 participantes.

A Rede CARE nasce do Projeto CARE – rede de apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual, que arrancou em 2016 e conta com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian desde o seu início. Como acontece com outras redes especializadas da APAV, a Rede CARE parte do modelo de apoio da APAV para o desenvolvimento de procedimentos próprios, específicos e adequados a esta tipologia de crime.

Estatísticas: Apoio a crianças e jovens vítimas de violência sexual 2016-2020

APAV promove III Jornadas de Braga Contra a Violência

Publicado .

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima promove a terceira edição das Jornadas de Braga Contra a Violência, que irão decorrer no dia 20 de maio. O evento será realizado exclusivamente ONLINE, através da plataforma digital ZOOM.

Nesta edição contamos com um painel diversificado de prestigiados/as oradores/as e moderadores/as, de forma a promover debate e reflexão sobre temáticas relacionadas com o apoio às pessoas idosas vítimas de crime, bem como a prevenção da violência e da vitimação neste específica faixa etária.

Procuraremos compreender melhor algumas das especificidades da violência contra estas vítimas especialmente vulneráveis, abordando os desafios de envelhecer em Portugal. Iremos conhecer algumas propostas sobre trabalho em rede, acreditando que esta tem de ser uma resposta de prevenção e intervenção em situações de violência.

O evento inclui ainda um workshop sobre o regime do maior acompanhado, tema recorrente para quem diariamente contacta com diversas situações e precisa de uma resposta adequada às necessidades.

A participação no evento é gratuita, mas carece de inscrição obrigatória.

Programa, inscrições e informações:
apav.pt/jornadas