20 Novembro | Dia Internacional dos Direitos das Crianças

Publicado .

CARE 20NOV

Assinala-se hoje, 20 de Novembro, o Dia Internacional da Convenção dos Direitos da Criança. 

Foi a 20 de novembro de 1959 que se proclamou mundialmente a Declaração dos Direitos das Crianças e a 20 de novembro de 1989 que se adotou a Convenção sobre os Direitos da Criança.

A Convenção dos Direitos das Crianças, com 54 artigos, constitui o mais completo e importante documento sobre os direitos de todos os seres humanos com menos de 18 anos assenta em quatro pilares fundamentais: a não discriminação, o interesse superior da criança, a sobrevivência e desenvolvimento, a opinião da criança.

A declaração dos Direitos das Crianças é fruto de uma adaptação da Declaração Universal dos Direitos Humanos e indica os seguintes direitos:       

  • Todas as crianças têm o direito à vida e à liberdade.
  • Todas as crianças devem ser protegidas da violência doméstica, do tráfico humano e do trabalho infantil.
  • Todas as crianças são iguais e têm os mesmos direitos, não importando a sua cor, raça, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.
  • Todas as crianças devem ser protegidas pela família e pela sociedade.
  • Todas as crianças têm direito a um nome e a uma nacionalidade.
  • Todas as crianças têm direito a alimentação, habitação, recreação e atendimento médico.
  • As crianças portadoras de deficiências, físicas ou mentais, têm o direito à educação e aos cuidados especiais.
  • Todas as crianças têm direito ao amor, à segurança e à compreensão dos pais e da sociedade.
  • Todas as crianças têm direito à educação.
  • Todas as crianças tem direito de não serem violadas verbalmente ou serem agredidas por pais, avós, parentes, ou mesmo a sociedade.

No entanto, ainda muitas crianças são vítimas de várias formas de crime e violência.

Se conhece alguém que precisa de ajude, contacte-nos para o 116 006 (número gratuito).

Campanha APAV 30 Anos | Henrique Sá Pessoa

Publicado .

Henrique Sá Pessoa é um premiado chef de cozinha, laureado com duas estrelas Michelin. Henrique Sá Pessoa explica porque apoia a APAV e se associa a esta campanha: "Todos temos o direito de viver em segurança, mas infelizmente muitos são vítimas de crimes e a falta de apoio é uma realidade. A APAV vai ao encontro destas pessoas de forma confidencial e segura há 30 anos! Obrigado pela vosso apoio!"

Henrique Sá Pessoa é a vigésima sexta personalidade a associar-se à campanha APAV, 30 Anos Pelos Direitos das Vítimas.

Biblioteca Municipal do Crato acolhe exposição "APAV, 30 Anos pelos Direitos das Vítimas"

Publicado .

APAV CMC 7734 APAV CMC 7719 APAV CMC 7731 APAV CMC 7727

A Biblioteca Municipal do Crato acolhe a exposição “APAV, 30 Anos pelos Direitos das Vítimas”, que assinala as três décadas da Associação e reúne imagens de campanhas de sensibilização, realizadas ao longo dos anos e que traduzem o trabalho de apoio a vítimas de todos os tipos de crime.

A sensibilização da população faz parte da atuação do Gabinete de Apoio à Vítima do Alto Alentejo e Oeste, em funcionamento em Ponte de Sor há cerca de três anos, que disponibiliza serviço de itinerância no Município do Crato.

A exposição estará patente até dia 26 de novembro, de segunda à sexta-feira, entre às 9h30 e as 12h30 e das 14h às 17h30.

Histórias APAV na primeira pessoa | Rita Bessa

Publicado .

No âmbito da celebração dos 30 Anos APAV, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta o vigésimo primeiro vídeo das Histórias APAV na primeira pessoa. Trata-se de um conjunto de vídeos onde técnicos/as e voluntários/as, actuais e antigos/as colaboradores/as, fazem relatos na primeira pessoa onde partilham histórias de sucesso e percursos pessoais. Esta semana apresentamos o testemunho da Rita Bessa, assessora técnica do Gabinete de Apoio à Vítima do Porto.